Notícias

Reformas elétricas exigem profissionais capacitados, você sabe por quê?

  • 10 de junho de 2021

Conforme a Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), “as residências representam mais do que 50% dos incêndios gerados a partir de sobrecarga e/ou curto-circuito nas instalações elétricas”. Em 2021, a Associação apontou que as maiores causas desse problema são o uso de equipamentos inadequados junto às irregularidades no sistema elétrico.

Por esse motivo é fundamental investir em um bom projeto e escolher um profissional habilitado para desenvolver um serviço seguro, que tenha como prioridade a prevenção de acidentes, principalmente os elétricos, que são bem recorrentes.

Um dos casos de acidentes gerados por “falhas elétricas” que teve grande repercussão no Brasil, foi o incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo, em fevereiro de 2019, que resultou na morte de 10 adolescentes. De acordo com o portal de notícias da Globo, a tragédia iniciou a partir de um curto-circuito no ar condicionado que gerou faíscas que se alastraram rapidamente pelas paredes do ambiente.

Segundo a notícia, o relatório técnico da inspeção no local do acidente trouxe informações de que haviam “gambiarras” no sistema elétrico que acarretavam grande risco e, por esse motivo, deveriam ser feitas reparações de emergência no quadro de eletricidade, disjuntores e fiação. Vale ressaltar que o clube já havia sido alertado sobre os problemas de alta relevância no quadro de eletricidade, ainda antes do caso.

Acidentes como esse apenas reforçam a ideia de que o descaso com instalações elétricas são graves e não causam somente choques, mas, também, incêndio e explosão de grandes proporções. Devemos nos conscientizar de que é importante tomar medidas de prevenção contra sobrecargas elétricas e pedir ajuda de um profissional da área que execute serviços de instalação e manutenção da forma correta.

Nos estados do Paraná e Santa Catarina, o CRT-04 regulamenta e garante o exercício qualificado das atividades profissionais dos técnicos industriais, inclusive aqueles que atuam na área elétrica. Portanto, caso você perceba que os trabalhadores de uma determinada obra ou local não estejam devidamente habilitados, é possível fazer uma denúncia. A falta de um profissional habilitado pode comprometer o resultado do serviço realizado e, consequentemente, causar danos irreparáveis. 

Para fazer uma denúncia, clique aqui

 

Últimas notícias

Locais da Prova: Concurso Público do CRT 04

No próximo dia 20 de junho acontece a prova do concurso para Fiscais do CRT04. Para saber o local de prova é necessário que o…
Ler mais...

13ª Fórum dos Presidentes do CFT e CRTs

Nos dias 17 e 18 de maio, Brasília recebeu o 13ª Fórum dos Presidentes do CFT e CRTs. Representando o Conselho Regional dos Técnicos Industriais…
Ler mais...

Atenção aos Técnicos Industriais

Resolução CFT 116/2020 atualiza os valores válidos para 2021: Taxa de análise de registro PF: R$ 56,37 Anuidade PF: R$ 297,96 (até 31/03/2021) Taxa de análise de registro PJ:…
Ler mais...

Reformas elétricas exigem profissionais capacitados, você sabe por quê?

  • 10 de junho de 2021

Conforme a Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), “as residências representam mais do que 50% dos incêndios gerados a partir de sobrecarga e/ou curto-circuito nas instalações elétricas”. Em 2021, a Associação apontou que as maiores causas desse problema são o uso de equipamentos inadequados junto às irregularidades no sistema elétrico.

Por esse motivo é fundamental investir em um bom projeto e escolher um profissional habilitado para desenvolver um serviço seguro, que tenha como prioridade a prevenção de acidentes, principalmente os elétricos, que são bem recorrentes.

Um dos casos de acidentes gerados por “falhas elétricas” que teve grande repercussão no Brasil, foi o incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo, em fevereiro de 2019, que resultou na morte de 10 adolescentes. De acordo com o portal de notícias da Globo, a tragédia iniciou a partir de um curto-circuito no ar condicionado que gerou faíscas que se alastraram rapidamente pelas paredes do ambiente.

Segundo a notícia, o relatório técnico da inspeção no local do acidente trouxe informações de que haviam “gambiarras” no sistema elétrico que acarretavam grande risco e, por esse motivo, deveriam ser feitas reparações de emergência no quadro de eletricidade, disjuntores e fiação. Vale ressaltar que o clube já havia sido alertado sobre os problemas de alta relevância no quadro de eletricidade, ainda antes do caso.

Acidentes como esse apenas reforçam a ideia de que o descaso com instalações elétricas são graves e não causam somente choques, mas, também, incêndio e explosão de grandes proporções. Devemos nos conscientizar de que é importante tomar medidas de prevenção contra sobrecargas elétricas e pedir ajuda de um profissional da área que execute serviços de instalação e manutenção da forma correta.

Nos estados do Paraná e Santa Catarina, o CRT-04 regulamenta e garante o exercício qualificado das atividades profissionais dos técnicos industriais, inclusive aqueles que atuam na área elétrica. Portanto, caso você perceba que os trabalhadores de uma determinada obra ou local não estejam devidamente habilitados, é possível fazer uma denúncia. A falta de um profissional habilitado pode comprometer o resultado do serviço realizado e, consequentemente, causar danos irreparáveis. 

Para fazer uma denúncia, clique aqui

 

Últimas notícias

Locais da Prova: Concurso Público do CRT 04

No próximo dia 20 de junho acontece a prova do concurso para Fiscais do CRT04. Para saber o local de prova é necessário que o…
Ler mais...

13ª Fórum dos Presidentes do CFT e CRTs

Nos dias 17 e 18 de maio, Brasília recebeu o 13ª Fórum dos Presidentes do CFT e CRTs. Representando o Conselho Regional dos Técnicos Industriais…
Ler mais...

Atenção aos Técnicos Industriais

Resolução CFT 116/2020 atualiza os valores válidos para 2021: Taxa de análise de registro PF: R$ 56,37 Anuidade PF: R$ 297,96 (até 31/03/2021) Taxa de análise de registro PJ:…
Ler mais...