Notícias

Profissões do presente: a importância do ensino técnico em tempos de pandemia

  • 20 de agosto de 2021

Com a diminuição da oferta de emprego devido à desaceleração da economia brasileira causada pela pandemia, concluir os estudos e ocupar uma vaga no mercado de trabalho é, sem dúvida, uma grande preocupação dos jovens. No entanto, o curso técnico, mesmo de menor duração e com foco específico e prático, ocupam atualmente uma posição de destaque no contexto profissional, sendo uma boa opção para jovens conseguirem um emprego de forma rápida. 

 

Mesmo assim, os estudantes e profissionais devem ficar atentos à demanda do mercado. De acordo com uma projeção do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), com a pandemia, o mercado e oportunidades de emprego para profissionais de tecnologia e logística devem aumentar nos próximos anos. A previsão do SENAI é que surjam, em até cinco anos, novos profissionais para responder, por exemplo, à maior necessidade por internet ultrarrápida. 

 

A previsão também é que as empresas, especialmente industriais, apostem mais em tecnologias da Indústria 4.0, como automação e digitalização. Esse novo cenário revela ainda mais a importância de profissionais passarem a se qualificar no mundo da tecnologia para atender essa nova demanda da indústria. 

 

ESTAR ATENTO AO MERCADO

 

Segundo o SENAI, o indivíduo que possui qualificação técnica tem menos chance de ficar desempregado do que quem não fez um curso técnico. Já estudos realizados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), aponta que aqueles que cursam o ensino técnico possuem 38% de chance de conseguir um emprego e uma remuneração 13% maior do que aqueles que não possuem curso profissionalizante. 


Isto é, em tempos de pandemia e pós-pandemia, as expectativas e necessidades do mercado mudam e mudarão cada vez mais em razão de novas demandas dos consumidores, novas tecnologias e profissionais. Por isso, os jovens estudantes ou formados precisam cada vez mais simular cenários, experimentar coisas novas e olhar para o futuro.

Últimas notícias

CRT-04 busca parceria com Secretaria de Ciência e Tecnologia do Paraná

Na tarde da última quarta-feira, (21/02), o Conselho Regional dos Técnicos Industriais da 4ª Região (CRT-04) e a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior…
Ler mais...

CRT-04 promove o I SEQUARI

Já estão abertas as inscrições para o I SEQUARI - Seminário da Qualidade do Ar Interior do CRT-04.  O evento tem como objetivo demonstrar à…
Ler mais...

CRT-04 realiza reunião com vice-prefeito de Curitiba-PR

Na tarde da última terça-feira (20/02), uma reunião aconteceu na Secretaria de Estado das Cidades do Paraná (SECID), em Curitiba-PR, reunindo o Conselho Regional de…
Ler mais...

Profissões do presente: a importância do ensino técnico em tempos de pandemia

  • 20 de agosto de 2021

Com a diminuição da oferta de emprego devido à desaceleração da economia brasileira causada pela pandemia, concluir os estudos e ocupar uma vaga no mercado de trabalho é, sem dúvida, uma grande preocupação dos jovens. No entanto, o curso técnico, mesmo de menor duração e com foco específico e prático, ocupam atualmente uma posição de destaque no contexto profissional, sendo uma boa opção para jovens conseguirem um emprego de forma rápida. 

 

Mesmo assim, os estudantes e profissionais devem ficar atentos à demanda do mercado. De acordo com uma projeção do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), com a pandemia, o mercado e oportunidades de emprego para profissionais de tecnologia e logística devem aumentar nos próximos anos. A previsão do SENAI é que surjam, em até cinco anos, novos profissionais para responder, por exemplo, à maior necessidade por internet ultrarrápida. 

 

A previsão também é que as empresas, especialmente industriais, apostem mais em tecnologias da Indústria 4.0, como automação e digitalização. Esse novo cenário revela ainda mais a importância de profissionais passarem a se qualificar no mundo da tecnologia para atender essa nova demanda da indústria. 

 

ESTAR ATENTO AO MERCADO

 

Segundo o SENAI, o indivíduo que possui qualificação técnica tem menos chance de ficar desempregado do que quem não fez um curso técnico. Já estudos realizados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), aponta que aqueles que cursam o ensino técnico possuem 38% de chance de conseguir um emprego e uma remuneração 13% maior do que aqueles que não possuem curso profissionalizante. 


Isto é, em tempos de pandemia e pós-pandemia, as expectativas e necessidades do mercado mudam e mudarão cada vez mais em razão de novas demandas dos consumidores, novas tecnologias e profissionais. Por isso, os jovens estudantes ou formados precisam cada vez mais simular cenários, experimentar coisas novas e olhar para o futuro.

Últimas notícias

CRT-04 busca parceria com Secretaria de Ciência e Tecnologia do Paraná

Na tarde da última quarta-feira, (21/02), o Conselho Regional dos Técnicos Industriais da 4ª Região (CRT-04) e a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior…
Ler mais...

CRT-04 promove o I SEQUARI

Já estão abertas as inscrições para o I SEQUARI - Seminário da Qualidade do Ar Interior do CRT-04.  O evento tem como objetivo demonstrar à…
Ler mais...

CRT-04 realiza reunião com vice-prefeito de Curitiba-PR

Na tarde da última terça-feira (20/02), uma reunião aconteceu na Secretaria de Estado das Cidades do Paraná (SECID), em Curitiba-PR, reunindo o Conselho Regional de…
Ler mais...