Notícias

Nova resolução define competências do técnico industrial em biocombustíveis

  • 21 de janeiro de 2023

Normativa que disciplina e orienta as atribuições e competências dos profissionais habilitados na modalidade de Biocombustíveis é aprovada pelo Plenário do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT).

Já está em vigor a normativa de número 203/2022, publicada no Diário Oficial da União (DOU), que observa os limites legais e regulamentares das áreas de atuação das pessoas físicas e jurídicas que assumam a responsabilidade técnica na modalidade de Biocombustíveis.

O Técnico Industrial em Biocombustíveis tem a prerrogativa de tecnicamente se responsabilizar pelas empresas cujos objetivos sociais sejam condizentes às suas atribuições. Algumas de suas competências são: supervisionar, operar e controlar processos de produção de biocombustíveis sólidos, líquidos e gasosos, desde a aquisição e beneficiamento da matéria prima até sua comercialização e distribuição; executar processo de transformação de óleos vegetais e gorduras animais em biocombustíveis líquidos; processar resíduos agropecuários objetivando sua transformação em biocombustíveis gasosos; auxiliar na pesquisa de novos produtos, elaborar manuais técnicos e de boas práticas e ministrar disciplinas técnicas dentro de sua área de atuação.

Além das atribuições constantes na resolução, o técnico industrial em Biocombustíveis pode exercer a função de perito em órgãos públicos e no setor privado, elaborando laudo de vistoria, avaliação, arbitramento e consultoria em atendimento estabelecido. Também fica assegurado ao Técnico em Biocombustíveis o exercício de outras atribuições, desde que compatíveis com sua formação.

Para atuar como técnico industrial em biocombustíveis o profissional precisa obter certificação em curso técnico reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e estar registrado no Sistema CFT/CRTs. O aprendizado – ligado ao eixo de produção industrial – abrange disciplinas ligadas à ciência, tecnologia e inovação e deve ser desenvolvido no período mínimo de 18 meses.

Para a regularização das atividades especificadas nesta Resolução, o profissional deverá emitir o Termo de Responsabilidade Técnica – TRT.

Para mais informações sobre o TRT, acesse: https://servicos.sinceti.net.br/

Leia a Resolução nº 203/2022 na íntegra, clicando aqui.

 

 

 

 

Últimas notícias

CRT-04 empossa novo agente fiscal

Recentemente, o Conselho Regional dos Técnicos Industriais da 4ª Região deu as boas-vindas ao agente de fiscalização Leandro Henrique Moreira. A nomeação do colaborador, aprovado…
Ler mais...

Estudo aponta que jovens que concluem o ensino técnico têm mais vantagens no mercado de trabalho.

De acordo com publicação do Insper, estudantes que cursam o ensino técnico tendem a ter uma renda 32% maior do que alunos que concluem apenas…
Ler mais...

ATENÇÃO! Últimos dias para justificativa eleitoral.

Chegou a reta final para regularizar sua situação eleitoral no Sistema CFT/CRTs. Se você não participou das eleições e ainda não justificou sua ausência, lembre-se…
Ler mais...

Nova resolução define competências do técnico industrial em biocombustíveis

  • 21 de janeiro de 2023

Normativa que disciplina e orienta as atribuições e competências dos profissionais habilitados na modalidade de Biocombustíveis é aprovada pelo Plenário do Conselho Federal dos Técnicos Industriais (CFT).

Já está em vigor a normativa de número 203/2022, publicada no Diário Oficial da União (DOU), que observa os limites legais e regulamentares das áreas de atuação das pessoas físicas e jurídicas que assumam a responsabilidade técnica na modalidade de Biocombustíveis.

O Técnico Industrial em Biocombustíveis tem a prerrogativa de tecnicamente se responsabilizar pelas empresas cujos objetivos sociais sejam condizentes às suas atribuições. Algumas de suas competências são: supervisionar, operar e controlar processos de produção de biocombustíveis sólidos, líquidos e gasosos, desde a aquisição e beneficiamento da matéria prima até sua comercialização e distribuição; executar processo de transformação de óleos vegetais e gorduras animais em biocombustíveis líquidos; processar resíduos agropecuários objetivando sua transformação em biocombustíveis gasosos; auxiliar na pesquisa de novos produtos, elaborar manuais técnicos e de boas práticas e ministrar disciplinas técnicas dentro de sua área de atuação.

Além das atribuições constantes na resolução, o técnico industrial em Biocombustíveis pode exercer a função de perito em órgãos públicos e no setor privado, elaborando laudo de vistoria, avaliação, arbitramento e consultoria em atendimento estabelecido. Também fica assegurado ao Técnico em Biocombustíveis o exercício de outras atribuições, desde que compatíveis com sua formação.

Para atuar como técnico industrial em biocombustíveis o profissional precisa obter certificação em curso técnico reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e estar registrado no Sistema CFT/CRTs. O aprendizado – ligado ao eixo de produção industrial – abrange disciplinas ligadas à ciência, tecnologia e inovação e deve ser desenvolvido no período mínimo de 18 meses.

Para a regularização das atividades especificadas nesta Resolução, o profissional deverá emitir o Termo de Responsabilidade Técnica – TRT.

Para mais informações sobre o TRT, acesse: https://servicos.sinceti.net.br/

Leia a Resolução nº 203/2022 na íntegra, clicando aqui.

 

 

 

 

Últimas notícias

CRT-04 empossa novo agente fiscal

Recentemente, o Conselho Regional dos Técnicos Industriais da 4ª Região deu as boas-vindas ao agente de fiscalização Leandro Henrique Moreira. A nomeação do colaborador, aprovado…
Ler mais...

Estudo aponta que jovens que concluem o ensino técnico têm mais vantagens no mercado de trabalho.

De acordo com publicação do Insper, estudantes que cursam o ensino técnico tendem a ter uma renda 32% maior do que alunos que concluem apenas…
Ler mais...

ATENÇÃO! Últimos dias para justificativa eleitoral.

Chegou a reta final para regularizar sua situação eleitoral no Sistema CFT/CRTs. Se você não participou das eleições e ainda não justificou sua ausência, lembre-se…
Ler mais...